quinta-feira, 17 de setembro de 2020

PORTAL - GNA - 13717 - LUCAS - 7, 36 - 50 - EVANGELHO DO DIA 17 DE SETEMBRO DE 2020 - SANTO DO DIA - REALIDADE ESPIRITUAL - GRUPO DE NATUREZA ALIENÍGENA - GNA

 ✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨


PORTAL - GNA - 13717 - LUCAS - 7, 36 - 50 - EVANGELHO DO DIA 17 DE SETEMBRO DE 2020 - REALIDADE ESPIRITUAL - GRUPO DE NATUREZA ALIENÍGENA - GNA



 
EVANGELHO
(LC 7,36-50)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.

Resultado de imagem para a mulher pecadora perfumando os pes de jesus

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 36 um fariseu convidou Jesus para uma refeição em sua casa. Jesus entrou na casa do fariseu e pôs-se à mesa.
37 Certa mulher, conhecida na cidade como pecadora, soube que Jesus estava à mesa, na casa do fariseu. Ela trouxe um frasco de alabastro com perfume, 38 e, ficando por detrás, chorava aos pés de Jesus; com as lágrimas começou a banhar-lhe os pés, enxugava-os com os cabelos, cobria-os de beijos e os ungia com o perfume.
39 Vendo isso, o fariseu que o havia convidado ficou pensando: “Se este homem fosse um profeta, saberia que 40 tipo de mulher está tocando nele, pois é uma pecadora”.
Jesus disse então ao fariseu: “Simão, tenho uma coisa para te dizer”. Simão respondeu: “Fala, mestre!” 41 “Certo credor tinha dois devedores; um lhe devia quinhentas moedas de prata, o outro cinquenta. 42 Como não tivessem com que pagar, o homem perdoou os dois. Qual deles o amará mais?” 43 Simão respondeu: “Acho que é aquele ao qual perdoou mais”. Jesus lhe disse: “Tu julgaste corretamente”.
44 Então Jesus virou-se para a mulher e disse a Simão: “Estás vendo esta mulher? Quando entrei em tua casa, tu não me ofereceste água para lavar os pés; ela, porém, banhou meus pés com lágrimas e enxugou-os com os cabelos. 45 Tu não me deste o beijo de saudação; ela, porém, desde que entrei, não parou de beijar meus pés. 46 Tu não derramaste óleo na minha cabeça; ela, porém, ungiu meus pés com perfume. 47 Por esta razão, eu te declaro: os muitos pecados que ela cometeu estão perdoados porque ela mostrou muito amor. Aquele a quem se perdoa pouco mostra pouco amor”. 48 E Jesus disse à mulher: “Teus pecados estão perdoados”. 49 Então, os convidados começaram a pensar: “Quem é este que até perdoa pecados?” 50 Mas Jesus disse à mulher: “Tua fé te salvou. Vai em paz”.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

ANÁLISE DO EVANGELHO DE JESUS ESCRITO POR LUCAS - GNA ANÁLISE - 17 09 20

Lucas nos apresenta o Evangelho de Jesus que Nos fala simplesmente do perdão ... este perdão é relativo a grandeza de quem perdoa em relação a quem se permite ser perdoado. Quando se afirma a palavra permite, é por que algo paralelo acontece entre as duas partes. Acredito que o pecador ou a pecadora estariam em posições contrárias, mas vivendo um único momento e talvez uma única oportunidade.
Neste Evangelho, muito claro por sinal, Jesus mostra a Simão o real significado do perdão e do amor que define a grandeza deste gesto. Aquela mulher, não tem seu nome citado, e dela apenas dizer que é uma mulher pecadora e sabendo que ali naquela casa estava um homem correto, justo, santo e de grande posição e projeção espiritual, viu ali a oportunidade de mostrar a si mesma que só a presença, o contato com Ele seria uma grande alegria de merecer sua benção e respeito. Aquela cena se tornou um momento histórico e hoje testemunhamos sua grandeza, pois acreditou no momento certo para conquistar a paz e o perdão que precisava ... ela levou um vidro de um perfume caríssimo e começou ali entre lágrimas banhar os pés daquele Mensageiro. Jesus fez a Simão a comparação citada no texto de quem deveria ser mais grato pelo perdão da dívida ... e aquele que tiver a maior, e no caso do texto, seria o que tivesse mais pecado ... perdoar mais pecados é sinal que teve mais amor no perdão.
A multidão maravilhada, afirmava sobre Jesus,  a sua qualidade e poder de perdoar pecados ... E AQUELA MULHER OUVIU DE JESUS QUE SUA FÉ A TINHA SALVO ...

GNA - Será que perdoamos os erros ou pecados de Nossos Irmãos de caminhada ... será que possuímos a fé necessária de ir em busca do perdão ... será que reconheceremos Jesus na confissão de Nossos      erros e pecados. Sejamos iguais a esta mulher pecadora, acreditou e foi atrás daquele que tem                  poder para  perdoar ... devemos perdoar muito, assim como temos muitos pecados ... será que dá aqui entendimentos ?


Resultado de imagem para a mulher pecadora perfumando os pes de jesus

Comentário
São Januário sofreu a terrível perseguição de Diocleciano, que não poupava nenhum cristão. Quando foram presos cristãos, São Januário foi visitá-los para levar-lhes uma palavra de conforto na fé. Também foi preso. Foram jogados às feras, e essas nada lhes fizeram. Então foram martirizados à vista de todos, sendo decapitados. Mas, o sangue dos justos que fecunda a terra fará sempre brotar vida e esperança no meio do povo.

Oração
Ó Deus, que nos concedeis celebrar a memória do vosso mártir São Januário, dai que nos alegremos com ele na eterna bem-aventurança. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Quem quiser ser meu discípulo, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me, diz o Senhor - REALIDADE ESPIRITUAL - GRUPO DE NATUREZA ALIENÍGENA - GNA

SANTO DO DIA - 17 09 20

São Roberto Belarmino

Celebramos o grande santo 

jesuíta Belarmino, que nasceu 

em Montepulciano, no centro da 

Itália, em 1542. Querido pelos pais

 e de muitas qualidades, era irmão 

de cinco religiosos, dentre os doze, 

que enriqueciam a família dos

 dedicados pais.

Quando os padres da Companhia de Jesus abriram um colégio em 

Montepulciano, Roberto foi um dos primeiros alunos na matrícula e no 

desempenho. O contato com os padres fez com que o jovem mudasse 

sua primeira ideia de ser médico para inclinar-se em favor da vida 

religiosa jesuíta.

Depois de conseguir a permissão do pai, que ao contrário da mãe 

apresentava uma certa resistência frente a opção do amável filho, 

Belarmino, com 18 anos, iniciou e concluiu de maneira brilhante sua

 formação religiosa e seus estudos de filosofia e teologia, tanto que, 

antes de ser ordenado sacerdote, foi enviado como professor e pregador 

em Lovaina, na Bélgica, onde ficou dez anos.

Teve importante papel na aplicação do Concílio de Trento, já que ajudou na 

formação apologética dos teólogos e pregadores responsáveis na defesa 

da fé. Nesse sentido, Roberto muito contribuiu ao escrever sua obra de 

nome “Controvérsia” e o livro chamado “Catecismo”. Em sua obra

 “Controvérsias”, Belarmino explana os seus três grandes amores.

 Trata da Palavra de Deus, de Cristo cabeça da Igreja e do Sumo 

Pontífice.

Era também diretor espiritual do Colégio Romano, tendo sob sua 

responsabilidade a formação ascética dos alunos que muito o

 respeitavam e admiravam. O Papa Clemente VIII o elevou a cardeal

 com esta motivação:

“Nós o escolhemos porque não há na Igreja de Deus outro que possa

 equiparar-se ele em ciência e sabedoria”.

Quando ficou muito doente, em setembro de 1621, os confrades foram 

testemunhas do último diálogo dele com Deus: “Ó meu Deus, dai à minha 

alma asas de pomba, para que possa voar para junto de vós”. Morreu no

 dia 17 do mesmo mês, e pelos seus escritos recebeu o título de Doutor

 da Igreja.

São Roberto Belarmino, rogai por nós!


PORTAL - GNA - UFOLOGIA - 13781 - OS EXTRAS E OS INTRAS NO PLANETA TERRA - GESJ - VITÓRIA - ES - GRUPO DE NATUREZA ALIENÍGENA - GNA

✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨




 

PORTAL - GNA - UFOLOGIA - 13730 - METAFISICAMENTE FALANDO- MM - POSTAGEM DO YOUTUBE - GRUPO - GRUPO DE NATUREZA ALIENÍGENA - GNA

 ✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨✨